O silêncio e a resiliência de Iokanaan Santana

0
44

No livro antigo do povo hebreu, o Talmude, está escrito: “A consciência vale por mil testemunhas”

Enganam-se os que olham para o Prefeito Iokanaan Santana querendo que ele aja de forma apressando fatores de irresponsabilidade. Sua experiência não lhe permite a arrogância da juventude.

Desde o início de sua gestão que o Prefeito Iokanaan Santana vem agindo em silêncio quando se trata de dar satisfações nas redes sociais sobre provocações referentes à sua administração ou ele próprio. Seu método de silêncio e resiliência têm deixado alguns assoprando pelos orifícios tantos.

Na lucidez de sua mente ele tem sabedoria de sobra para entender que o mundo das redes sociais é considerado como o mundo das “sociedades liquidas”, como assim classificou o filósofo Sigmunt Bauman, um dos maiores intelectuais dos nossos dias.

Nesse mundo das redes sociais, segundo Bauman, os valores se moldam de acordo com conveniências por alguns atores. Às criticas Iokanaan prefere responder com o silêncio e com ações que estão em toda cidade e divulgadas no site da Transparência Pública, nas rádios locais, televisão com entrevistas concedidas por ele. Para isso uma equipe de profissionais da Assessoria de Comunicação (Asscom) dá suporte fazendo da gestão dele (Tempo de Reconstruir) uma das melhores qualificadas pelo TCE com Nota 9,0.

No final do mês de dezembro a Prefeitura Municipal terá investido cerca de quase R$ 20 milhões na economia local só em salários do funcionalismo público relativos ao ano de 2017. É a Prefeitura do Baixo São Francisco com maior voluma de investimentos diretos de toda região. Numa pequena visita pela cidade nas noites é possível ver lanchonetes, bares, restaurantes, pizzarias e outros pontos de vendas com considerável volume de clientes. Essa observação significa economia aquecida através da Prefeitura, principal empregador da cidade cuja orientação do Prefeito é por não atrasar salários de servidores. Em relação ao pagamento dos fornecedores em dias o assunto só fará fortalecer a imagem da gestão que é uma das mais creditadas do Estado. Entretanto, nada de aproveitamento em termos de publicidade foi feito nesse sentido. É o silêncio de Iokanaan Santana, ele deixa que a consciência da sociedade faça o julgamento correto.

Capaz de abraçar seu pior adversário político, perseguidores e até os que ele finge não saber que lhe traem, a comparação mais próxima que se pode fazer de outra pessoa com Iokanaan Santana é a do então falecido Orlandinho Andrade – ex-prefeito de Canindé de São Francisco falecido no início de 2017. Orlandinho era o tipo que perdoava todos que lhe caluniavam e ainda ajudava. Iokanaan têm espírito evoluído, por isso entende a dor de alguns simples “passantes” dessa caminhada chamada de vida. É a resiliência contida em Iokanaan Santana.

Sua chegada ao poder se deu pela atenção que as pessoas têm por esse homem simples que nasceu e vive em Propriá. Sua índole, rotina, costumes e postura é muito conhecida pelo povo, por isso o crédito nas urnas em 2016 consagraram-lhe vitorioso como Prefeito de Propriá ao lado de outro homem de bem, seu vice-prefeito José Hélio Gomes, o “seu Hélio” com quem matem amizade desde tenra idade.

Carente de recursos o Município de Propriá necessita de ajuda externa para se desenvolver. O ano de 2018 pode ter novidades e muita coisa de positiva. Iokanaan aguarda emendas importantes que possibilitaram estruturar o Município. A vinda da Univasf é uma dessas esperanças.

Homem dado às letras, poesia e cultura, Iokanaan pretende colocar Propriá no patamar de ter uma das melhores educações públicas do Estado de Sergipe. Ele acredita que só através da Educação o sujeito consegue mudar sua realidade social. Para isso vem fazendo investimentos na área dando total liberdade ao Secretário da pasta, Rafael Sandes, para agir. Em termos de relação Prefeitura e categoria de professores, a gestão vem se mantendo bem.

Essa análise pode não refletir a opinião de muitos. Ela é parte do olhar de quem está ao lado do Prefeito há cerca de quatro meses. Tom leve e sem barulho. O que se percebe é que Iokanaan segue em frente com seu mandato sabendo onde quer chegar, quais mudanças serão necessárias para alcançar os obstáculos que precisará transpor para prevalecer os objetivos. Ele escuta a todos com atenção e amizade, entretanto, tudo isso ele faz com silêncio e resiliência. É isso que vem incomodando muita gente: O silêncio e a resiliência de Iokanaan Santana.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA